Produtos Blog Comunidade Contato Telegram Inscreva-se Entrar

Autismo e Mercado de Trabalho

Trabalho: Há vagas para autistas?

Atualmente, trabalho é um privilégio para poucos autistas.

Estima-se que apenas 15% dos adultos autistas estejam trabalhando.

No Brasil são cerca de 1,5 milhão de adultos com autismo desempregados, 70% deles sofrem com depressão e ansiedade.

Não é por acaso que o índice de suicídio entre autistas seja 10 vezes mais alto do que no restante da população.

Hoje, temos cerca de 3,5 milhões de crianças com autismo que irão crescer nos próximos anos. É preciso pensar e mobilizar esforços para que todas sejam incluídas.

Programas de capacitação baseados em ABA podem contribuir para inserir esse público no mercado de trabalho.

Para autistas de alto funcionamento a existem programas de inserção no mercado de trabalho e apoio a sua adaptação dentro das empresas parceiras.

O desafio...

Continue lendo...

Frequência e mudança do comportamento

A frequência da ocorrência de um comportamento está intimamente ligada ao conceito do comportamento operante definida por Skinner, ou seja, a ação que impacta o ambiente.

Essa compreensão começou a ser delineada em 1898, quando Edward L. Thorndike formulou a Lei do Efeito que diz que o comportamento de um organismo é fortalecido mediante às consequências obtidas. Tendemos a continuar fazendo aquilo que nos proporciona resultados satisfatórios. Dessa forma, operamos sobre o ambiente à nossa volta e o ambiente é impactado pela nossa operação, razão pela qual somos sensíveis às consequências das nossas atitudes.

As consequências do comportamento podem ser reforçadoras, punitivas ou nulas, que é exatamente quando nada acontece e são essas consequências que irão moldar a força ou frequêcia de um...

Continue lendo...

Fonoaudiologia no Autismo

A análise do comportamento vê a linguagem como um comportamento operante.

Quer dizer que a linguagem age sobre o ambiente do falante, que é impactado pelas consequências geradas por ela.

A diferença é que as consequências desse comportamento verbal são mediadas pelo outro. As dificuldades de interação dos autistas impactam diretamente no desenvolvimento da sua linguagem.

A fonoaudiologia é uma especialidade fundamental no desenvolvimento da linguagem das pessoas autistas e sua intervenção aliada à ABA potencializa o seu impacto terapêutico.

Nosso reconhecimento e homenagem às fonoaudiólogas pelo seu dia e pelo precioso serviço que prestam ao desenvolvimento humano através da linguagem! Parabéns!!!

Continue lendo...

Identificação do autismo na escola

Os professores têm um papel fundamental na educação de toda criança, esse papel é ainda mais importante para as crianças que têm alguma necessidade especial.

Os professores são um dos primeiros a levantar as dúvidas sobre o desenvolvimento das crianças e um dos principais colaboradores para o diagnóstico do autismo. Os estudantes ficam horas diariamente sob o seu olhar treinado para acompanhar a aprendizagem e socialização das crianças no ambiente escolar.

Colaborar com esse processo de reconhecimento e preparar educadores e pais para lidar com as crianças com autismo proporcionando para elas o melhor desenvolvimento é o principal objetivo da Adapte.

 

Entenda o Autismo e seu Espectro

O Espectro Autista ou Transtornos do Espectro Autista (TEA) variam em três níveis de gravidade conforme menor ou maior prejuízo da Comunicação Social e ...

Continue lendo...
Close

60% Completado

Quase pronto

Estamos constantemente envolvidos na pesquisa, na elaboração de novos materiais e cursos baseados em evidências científicas sobre autismo, desenvolvimento atípico e aprendizagem. Garantimos que todo conteúdo que encontrar aqui tem muita pesquisa e objetividade.