Produtos Blog Comunidade Contato Telegram Inscreva-se Entrar

A Difícil Extinção

A extinção é o ato de interromper um reforçamento. Costuma ser mais conhecida pelo público em geral como o ato de ignorar determinado comportamento que se deseja cessar. Entretanto, a extinção pode ter aspectos mais complexos que precisam ser considerados para ser realmente bem sucedida.

São três os aspectos envolvidos no conceito de extinção operante:

Primeiro aspecto: É preciso haver uma relação entre resposta e reforço já estabelecida. Por exemplo: sempre que o bebê vê um familiar usando um celular ele emite a resposta de levantar as mãozinhas, que é reforçado pelos familiares que lhe entregam o aparelho de celular para assistir vídeos no YouTube.

Segundo aspecto: Ocorre a quebra dessa relação de reforçamento. No exemplo do nosso bebê, isso equivaleria à mãe orientar que nenhum familiar...

Continue lendo...

Reforçamento negativo é diferente de punição

Um dos maiores e mais comuns equívocos que cometemos quando estamos começando a aprender sobre a Análise do Comportamento é atribuir ao termo “Reforçamento negativo” o significado de punição. Ou seja, pensar que reforçar negativamente seja castigar, deixar no quarto, proibir de usar o celular, dar uma bronca. E para entender bem isso é preciso ter um olhar mais aritmético para o conceito.

O termo “reforçamento” tem o sentido de fortalecimento de um determinado comportamento, ou seja, implica numa ação que aumenta a probabilidade de um comportamento ocorrer novamente. Então, guarde isso, você reforça para aumentar. Reforço = >

O termo “negativo” é o oposto de “positivo” e matematicamente são representados pelos sinais de – e +, respectivamente.

Quando você faz um reforçamento positivo,...

Continue lendo...

Frequência e mudança do comportamento

A frequência da ocorrência de um comportamento está intimamente ligada ao conceito do comportamento operante definida por Skinner, ou seja, a ação que impacta o ambiente.

Essa compreensão começou a ser delineada em 1898, quando Edward L. Thorndike formulou a Lei do Efeito que diz que o comportamento de um organismo é fortalecido mediante às consequências obtidas. Tendemos a continuar fazendo aquilo que nos proporciona resultados satisfatórios. Dessa forma, operamos sobre o ambiente à nossa volta e o ambiente é impactado pela nossa operação, razão pela qual somos sensíveis às consequências das nossas atitudes.

As consequências do comportamento podem ser reforçadoras, punitivas ou nulas, que é exatamente quando nada acontece e são essas consequências que irão moldar a força ou frequêcia de um...

Continue lendo...
Close

60% Completado

Quase pronto

Estamos constantemente envolvidos na pesquisa, na elaboração de novos materiais e cursos baseados em evidências científicas sobre autismo, desenvolvimento atípico e aprendizagem. Garantimos que todo conteúdo que encontrar aqui tem muita pesquisa e objetividade.