Produtos Blog Contato Telegram Inscreva-se Entrar

Reforçamento negativo é diferente de punição

Um dos maiores e mais comuns equívocos que cometemos quando estamos começando a aprender sobre a Análise do Comportamento é atribuir ao termo “Reforçamento negativo” o significado de punição. Ou seja, pensar que reforçar negativamente seja castigar, deixar no quarto, proibir de usar o celular, dar uma bronca. E para entender bem isso é preciso ter um olhar mais aritmético para o conceito.

O termo “reforçamento” tem o sentido de fortalecimento de um determinado comportamento, ou seja, implica numa ação que aumenta a probabilidade de um comportamento ocorrer novamente. Então, guarde isso, você reforça para aumentar. Reforço = >

O termo “negativo” é o oposto de “positivo” e matematicamente são representados pelos sinais de – e +, respectivamente.

Quando você faz um reforçamento positivo, você adiciona (+) um estímulo que tende a aumentar a ocorrência de um comportamento futuramente. Exemplos: um doce, um brinquedo, uma gratificação financeira, uma bronca ou um elogio. Uma ilustração simplista seria como se eu não souber falar e quando eu grito, minha mãe vem correndo me abraçar, meu comportamento de gritar será reforçado positivamente (um abraço foi adicionado). A partir daí, sempre que eu precisar de um abraço, tenderei a gritar novamente.

Quando você faz um reforçamento negativo, você subtrai (-) um estímulo que tende a aumentar a ocorrência de um comportamento futuramente. Exemplos: retirar uma roupa que pinica, retirar uma tarefa, retirar do ambiente, retirar um sapato apertado. Novamente, numa ilustração simplista, se eu não quiser fazer uma tarefa e rasgar a página do caderno e a professora retirar o caderno e me mandar para fora da sala de aula, meu comportamento foi reforçado negativamente (a tarefa foi subtraída). Desse modo, eu tenderei a rasgar o caderno sempre que eu não quiser fazer a tarefa.

Já a punição é um estímulo que tende a diminuir a recorrência de um comportamento. Você pode ler mais sobre a punição neste link.

Close

60% Completado

Quase pronto

Estamos constantemente envolvidos na pesquisa, na elaboração de novos materiais e cursos baseados em evidências científicas sobre autismo, desenvolvimento atípico e aprendizagem. Garantimos que todo conteúdo que encontrar aqui tem muita pesquisa e objetividade.